Sobre os noivos

Aqui vamos dividir um pouquinho da nossa história com vocês!

A nossa história é linda, praticamente um conto de fadas um pouquinho mais conturbado rs... só que claro que não poderia faltar o felizes para sempre!!!

Moramos na mesma cidade por 11 anos e eu (Mari) não me lembro dele, apenas dos irmãos dele... Diz ele que se lembra de mim (até hoje não acredito nisso). Sempre estivemos nas mesmas festas e tivemos amigos em comum, mas o encontro aconteceu em 18 de julho de 2014, na formatura da minha amiga Ana em Adamantina. Lá cada um foi para um lado, mas após a formatura, exatamente no dia 20 de julho de 2014, começamos a nos falar e não paramos mais. Foram três meses de contato via celular, pois ele morava em Porto Velho-RO e eu em Loanda-PR, até que chegou o dia do primeiro encontro e primeiro beijo (em Maringá no MC Donald´s kkkk dia 24/10/2014). Ficamos um final de semana e depois eu fui para o acampamento da igreja e ele ficou em Primavera-SP por uma semana. Não nos vimos mais, pois ele voltou para Porto Velho, mas continuamos mantendo contato. Em novembro ele veio a trabalho, mas eu não quis vê-lo (e me arrependi). Já estava começando toda a história enrolada. Nessa mesma época ele disse que iria se formar e voltar para Primavera para tentarmos algo e eu já fiquei toda resistente não querendo que ele largasse o emprego por causa de mim (não queria ter essa responsabilidade caso não desse certo). Enfim, dezembro chegou e ele veio de férias. Foi aí que a coisa começou a ficar séria! Medos e mais medos tomavam conta de mim e os pensamentos invadiam a minha cabeça e chegou o dia dele voltar para Porto Velho (um dia antes do aniversário dele) com os dias contados para vir embora para Primavera. E assim continuamos o contato e começo de namoro à distância por mais dois meses. Passaram-se os meses e ele veio embora definitivamente! E o meu medo, nem precisa falar né!? Mas as coisas foram acontecendo e um príncipe apareceu em minha vida para mudar tudo e me fazer viver o que eu nunca havia vivido antes! Era tanta atenção, mimos, estrada para simplesmente poder almoçar comigo em um dia de semana e isso, ao mesmo tempo em que eu me encantava, eu me assustava também. Eu achava que não existia relacionamento assim e por isso veio o primeiro término, o qual não durou 5 dias. Ainda mantínhamos contato. Passei por uma cirurgia e horas antes da mesma (de madrugada), ele estava acordado me mandando mensagem dizendo que estava em oração para que corresse tudo bem (lindo, né?) Tive alta um dia depois e ele veio a Loanda trazer flores e curau (pois eu só podia comer coisas pastosas), mas eu ainda não havia chegado de Maringá, então não nos encontramos. Três dias depois ele veio novamente de surpresa e ficou cuidando de mim e isso se repetiu por alguns dias. Voltamos a namorar! Dessa vez tentei deixar os medos de lado... mas não consegui. Dois meses depois terminamos novamente e eu fui conversar com o Padre Luciano para que desse um cuidado especial ao Rafa, pois não queria que ele sofresse. Entre mensagens carinhosas, bloqueio em redes sociais e alguns encontros ao acaso e outros combinados, nos mantivemos assim por seis meses. Até que eu percebi que não dava mais para fugir do que eu queria e entendi que quem estava sofrendo mais era eu, por não me permitir viver uma história linda e feliz! Minhas tias por parte de pai sempre diziam: você vai casar com ele! E eu dizia: até parece! Em Janeiro de 2016, em uma viagem com o meu amigo Vinicius, ele percebeu o que eu sentia (antes mesmo que eu assumisse) e começou a conversar com o Rafa sem eu saber, dizendo que ia nos ajudar. Em fevereiro voltamos e daí tudo aconteceu muito rápido, afinal, eu já tinha perdido tempo de mais nessa história. Em 18 de julho ele me surpreendeu mais uma vez, me entregando um anel de noivado! E a cada dia que passa, estamos mais felizes e certos das escolhas que fizemos! Queremos um ao outro para todo o sempre. Que Deus nos abençoe e faça sempre a Sua vontade em nossa vida! Amém.

Imagem Sobre